sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

La Bicicleta del Diablo

Pastor, meu nome é Edivânio Silva, tenho 15 anos, sou do Rio de Janeiro - RJ e vou contar meu testemunho de como eu passei de um filho de argentinos católicos e bêbados a um autêntico evangélico do reteté filho de Nacionalizados brasileiros Fiéis da Igreja Internacional.


Quando eu tinha 12 anos, meu pai me comprou uma bicicleta, mas não foi uma comum, foi uma Caloi Expert Aro 20, pintada com chamas do inferno desenhadas pelo meu próprio pai. Meu pai era um homem completamente possuído pelos encostos da umbanda.


Ele tinha aquele terrível sotaque argentino, parecia um retardado quando tentava falar português, era alcoólatra. Vivia bebendo a satânica cerveja preta, Caracu. Era católico e vivia adorando santos e trazendo estátuas de imagens de Zé pelintra e São Jorge guerreiro para casa. Ele era tão possuído que trabalhava como metaleiro em uma metalúrgica em Bangu, ouvia o satânico ritmo Pagode, que como nós sabemos, é a abreviatura de “PAGAN GOD’S”.

Capa de CD de pagode norueguês

Pois bem, onde eu morava era muito comum as famílias argentinas, católicas adoradoras de espíritos umbandísticos. O auge do satanismo na minha casa, na mesma época da minha bicicleta, foi quando minha mãe trouxe uma estátua de um dos santos mais cultuados na umbanda, o gordão devorador de crianças, Buda.


Ela disse que trazia uma sensação de “Paz e serenidade” para a casa, mas o que aquilo fez foi me assustar e muito, um dia após chegar em casa, eu esbarrei no banquinho que minha mãe usava de mesa de centro e a estatua do tal Buda caiu no meu pé! Fiquei traumatizado, saí correndo e gritando “BUDA ESTÁ TENTANDO ME COMER! SOCORRO! BUDA QUER ME COMER!”


Meu pai que apesar de ser um possuído pelos demônios, me amava muito, guardou aquilo onde eu não poderia pegar, na estante de seu quarto perto de seus Dvd’s pornôs, a partir daquele dia eu nunca mais peguei os dvd’s dele enquanto ele trabalhava.
Buda - Irritado por não conseguir sua sopa de fetos.


Bom, minha família era completamente amaldiçoada como pode ver, mãe adoradora de santos umbandísticos do 10° ciclo infernal, pai pagodeiro, metaleiro, argentino e católico. Terrível. Mas minha conversão só foi possível graças a uma coisa: fé.


Eu estava com meus amigos brincando com nossas bicicletas, eu adorava exibir minha bike, que de todas era a melhor. Todos me invejavam e botavam olho gordo nela, a bicicleta mais rápida, e naquele tempo, como eu era um ímpio desgarrado de toda e qualquer religião, batizei de “Bicicleta Del Diablo” homenageando meu pai e seu horrível sotaque argentino.


Um dia, após ganhar muitas corridas de meus amigos, Jonathan chegou com uma bicicleta nova, era uma Monark barra circular aro 26 verde-musgo com um adesivo escrito “Malaquias 3:10 -Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim, diz o Senhor dos exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós tal bênção, que dela vos advenha a maior abastança.”

Bicicleta de Cristo

Olhei para aquela Ungida bicicleta e senti inveja, raiva, queria roubá-la. Jonathan é de família Evangélica e também é filho de Argentinos! Mas o pai dele é pastor e não tem sotaque horrível, e a mãe dele tem emprego, trabalha na casa de massagens Tailandesa do Pastor Silas! Uma verdadeira família digna.


Não me segurei e acabei propondo a Jonathan:
- “Ei, Bicicleta maneira! Que tal uma corrida no ladeirão apostando as bicicletas? O vencedor fica com as duas!”

Jonathan com cara de desconfiado virou-se para mim e disse.


- “Olha cara, eu acabei de ganhar esta bicicleta no sorteio da igreja e tal-“


Interrompi Jonathan e comecei a provocá-lo:


-“ Pó Pó Pó Pó Pó! MEDROSO! GALINHA!”


Jonathan se irritou e com a herança genética que sue pai, pastor lhe passou ele disse:


-“Você se arrependerá do dia de hoje por essas palavras ditas, católico! Jesus está do meu lado e tenho certeza que você irá cair por terra! Pois no final, meu deus é único e é muito mais forte que os seus!”


Senti medo e quase desisti, mas no final eu disse: - “É... Ok... vamos ao ladeirão do fim da rua às 5 da tarde, quem faltar perde a bicicleta!”


Então eu fui para casa beber para o lanche da tarde e me preparar, pus olho Soya nas correntes para elas deslizarem melhor, lanchei, assisti um pouco de televisão e fui embora.


Cheguei lá às 5 em ponto. Jonathan não estava lá, mas meus amigos estavam. Pensei então “Há! Eu sabia que ele ia desistir, é impossível ganhar a bicicleta del diablo!” Quando meu pensamento foi cortado por uma visão do Jonathan chegando em sua Monark, rápido como um raio, fazendo vários cavalinhos de pau e giros de 360°, manobras dignas de profissional.


Ele então tirou o capacete e disse: “Pelo fogo do reteté, os ímpios cairão e apenas Jesus reinará!”


Naquele momento todos os nossos amigos que ainda não eram protestantes começaram a perguntar sobre a Igreja que o pai de Jonathan trabalhava, era a Igreja Internacional, a Igreja mais conceituada da região, curiosamente Jonathan tinha diversos panfletos da Igreja.
O fogo santo do reteté, fogo no pé!


Olhei para ele e disse “Vamos lá Evangélico, agora é o seu Jesus contra o meu Jesus! E que vença o melhor, EU!”


Preparamos-nos na marca, Roberto gritou “PREPARAR!” “1, 2, 3 E... JÁ!”


Jonathan largou na minha frente! Fiquei impressionado com a velocidade de largada da bicicleta dele, tínhamos que percorrer o ladeião de casas e estávamos a cerca de 300km/h! Eu acelerei, pus força na pedalada e consegui ficar cabeça-a-cabeça com Jonathan, estávamos empatados até que eu olhei pro lado e vi Jonathan de olhos fechados, orando.


Algo errado aconteceu, minha correia soltou e eu perdi o equilíbrio, minha roda da frente caiu em um buraco, e voei em direção ao asfalto quente, minha cara arrastou por uns 10 metros, pedaços do meu rosto caíram por toda a pista, pra completar, um carro passou por cima de minhas duas pernas, quebrando as duas.


Meu pai não gostou nada do que aconteceu, fui levado para o hospital onde recebi a triste noticia de que não andaria mais e que ia precisar de cirurgia para reconstituir os 60% do meu rosto que foram danificados na corrida.


Meu pai ficou desesperado, tentou um empréstimo no banco e nada, tentou pedir ajuda aos padres da Igreja e nada, eles disseram que não iam ajudar em nada, apenas rezando... Pfff... Até parece.


Minha mãe conseguiu um empréstimo com a minha avó e pagou as cirurgias, mas não adiantou muito, meu rosto ainda estava desfigurado e eu não podia andar, estava infeliz e viva minha vida em uma cadeira de rodas, sem contar que não poderia comer nada sólido por 2 meses.


Até que um dia, o pai de Jonathan veio até minha casa e trouxe minha bicicleta, novinha, correia nova, com uma pintura de nuvens, ela estava completamente diferente! Me senti pior ainda por não poder andar, comecei a chorar. O pai de Jonathan então começou um sermão cheio de palavras belas e sublimes, então todos na minha casa se converteram e no mesmo dia me levaram para a piscina sagrada.


O pai de Jonathan me pegou e levou na cadeira de rodas, apontou na direção da piscina e deu um chute gritando “SAI DE RETRO, EXÚ! ESSE GOL É DE JESUS!”
A Cadeira foi em direção a piscina em alta velocidade, cai na água.

Quando saí, eu era um novo jovem, meu rosto tinha voltado ao normal, eu podia andar, não tinha mais budofobia e podia muito bem combater o espíritos malignos do umbanda, vendo aquela cena, meu pai emocionado, foi em minha direção e me abraçou.


Não agüentou e se jogou de cabeça, quando saiu, era um novo homem, estava curado de sua anemia e do diabetes, não tinha mais aquele sotaque horrível e decidiu fazer de sua vida um novo rumo, virou pastor da Igreja Internacional!


Hoje eu estudo para um dia ser como meu pai, um pastor em uma Igreja conceituada como a Igreja Internacional ou então na IURD ou na IIRD, verdadeiras Igrejas ungidas em Cristo, minha mãe agora é cozinheira no restaurante ungido Adoniran, me tornei um vinzimista fiel e hoje só ando em “La Bicicleta Del Ungido”, hahaha. Sou feliz e venci em Cristo.


A paz.

11 comentários:

Diogenes disse...

mano vocês são muito idiotas, kkkkkkkkkkkk continuem, continuem vocês fazem minha alegria ahhhhhhhhhhhhhhhhhhh, kkkkkkkkkkkkkkk

Anonymous disse...

tem ki ri pra não chora de ignorancia alheia aeuhfaufhaeiufhiauefhiaeuhfea

Anonymous disse...

adicionei esa merd nos favoritos , e muito engraçado, ignorancia total , ate parece ki tu ta lendo um texto dum favelado ki n sabe nada falando sobre economia mundial

Anonymous disse...

Muito bom

Anonymous disse...

"tínhamos que percorrer o ladeião de casas e estávamos a cerca de 300km/h! Eu acelerei, pus força na pedalada e consegui "


NOSSSSA 300 POR HORA DE BIKE !!!!!

DECARRO ENTAO DA UMS 1000 POR HORA AEUIHFIUHFiuhfiaufhiauehfiehief

Anonymous disse...

euricaixasd'água(pq litros é para fracos)

Anonymous disse...

fodástico!!!

Anonymous disse...

Ridicularmente RIDICULO............

LaVey disse...

olhei pro lado e vi Jonathan de olhos fechados, orando.


Algo errado aconteceu, minha correia soltou e eu perdi o equilíbrio, minha roda da frente caiu em um buraco, e voei em direção ao asfalto quente, minha cara arrastou por uns 10 metros, pedaços do meu rosto caíram por toda a pista, pra completar, um carro passou por cima de minhas duas pernas, quebrando as duas.

Ele te amaldiçoou cara, depois os católicos são umbandistas bruxos, feiticeiros, espiritas neh


bicicleta a 300kmh vc tinha tomado umas erva em tio

Anônimo disse...

Nao soh eles tavam a uns 300km/h mas o cara do lado tava de olho fechado orando nessa velocidade AHAHAAH fico imaginando a cena... E como LaVey disse essa oração era pra vc morrer e o cara ganhar mais uma bike a jato.

De carro da uns 1000km/h...Passei mal de rir ao ler isso
O cara deve correr a uns 100km/h e de avião ele vai na velocidade da luz.
Mas depois comeca a parte das metiras perigosas.. o cara crer que ao cair na agua pode curar doencas serias é foda e perigoso... o idiota vai parar o tratamento e pode ate morrer por causa dessas mentiras...

grand chase na ceduc disse...

eu ri com a parte do gol de jesus se jesus jogava bola ele devia joga mau com os furos nos pes kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Postar um comentário