quinta-feira, 19 de agosto de 2010

O pior aniversário de todos







Oi pastor, meu nome é Hercule Souza Pinheiros, tenho 22 anos e gostaria de escrever da época em que me entreguei ao pecado da inveja, ele me corroeu aos poucos e foi me destruindo por dentro, destruindo minha fé em Cristo, mas hoje sou um homem renovado para a glória de meu Jesus Cristo de Nazaré!

Bom, quando eu tinha de 17 para 18 anos, e estava prestes a tirar a tão desejada por todos os jovens da minha idade carteira de motorista, eu pedia a deus todos os dias um Dodjão v8 motor à gasolina, preto. O carro que todo adolescente rebelde, Cristão ou não sempre pede a Deus.



O dia de meu aniversário se aproximava, no mesmo dia que eu completasse 18 estaria autorizado a dirigir, pois minha carteira sairia no mesmo dia. Mesmo sendo de família desfavorecida economicamente, esperava que meus pais me arrumassem o Dodjão, ou então algo menos, um opala caindo aos pedaços, sei lá.

Bom, o grande dia chegou, meu pai me acordou às 8 da manhã gritando:

“Filhão, chega mais pra eu te mostrar teu possante!”

Desci eufórico, cheio de tremeliques e gagueira, não conseguindo me controlar e com dificuldade de respiração. Quando entrei na garagem e vi o carro, não pude conter minha raiva. Meu pai havia comprado um Fiat Uno 1.3 à álcool na cor prata. Me senti o jovem mais azarado do mundo, mais azarado até que aqueles moleques do Sudão que tem que juntar as peças pra construir o próprio carro sem lataria e depois tem que matar pra conseguir o combustível.

Possuído por uma entidade de umbanda, eu sai chorando para o meu quarto e não disse uma palavra, meu pai, coitado, havia juntado meses de salário pra comprar aquele Uno. Ele me amava tanto que nem o Dizimo ele pagou pra poder me comprar um carro, ainda sim eu estava com raiva e não queria saber de mais nada.

No dia seguinte, no colégio, decidi ir a pé. Me perguntavam do carro e eu quase chorando, contava a história, muitos riam da minha cara, outros tentavam me consolar dizendo que pelo menos eu tinha um carro, mas não era um Dodjão, era um Uno, o oposto exato de um Dodjão.



No mesmo dia que eu fazia aniversário, fazia 18 anos também meu melhor amigo, Pedronízio, sua família também não era tão favorecida financeiramente, mas era bem mais “de pé” que a minha. Na hora do intervalo fui procurar Pedronízio, perguntar para as pessoas onde ele estava me fez ir até a entrada do colégio onde ele se exibia para algumas piriguetes com seu Dodjão V8 Azul Marfim.

Senti uma tremenda inveja de Pedronízio e fui cumprimenta-lo. Ao contar minha história, Pedronízio se mostrou um grandessíssimo filho da puta, ao invés de confortar seu amigo, começou a rir e se gabar que tinha o meu sonho de consumo. Com muito ódio no coração, dei um direto de esquerda na cara de Pedronízio, que sangrando pela boca caiu desmaiado no chão. Fui pra casa e nem quis saber das outras aulas.

Chegando em casa, comecei a traçar meus planos, eu estava decidido! Iria roubar o carro de Pedronízio! Escrevi uma carta dizendo aos meus pais que os amava e pedindo desculpas a meu pai por tudo o que fiz ele passar com o Uno, mas aquilo tudo mudava no mesmo dia.

Peguei o Uno, pus a chave na ignição, como num sinal divino, o barulho do motor engasgando, certeza que era Jesus dizendo para eu não roubar o carro do meu ex-melhor amigo, insisti mais 2 vezes até que o motor ligou. No rádio AM/FM e toca-fitas CCE, às 2 da matina, na Kiss FM, tocava a musica demoníaca Raguiuei turréu da banda AC/DC, uma banda de roque americana cujo nome significa “Anti cristo/Demônio-Comanda”.

Dirigi-me até a casa de Pedronízio, com os olhos em brasa, atravessei o muro de sua casa com o Fiat-UNO que na mesma hora parou. Fiquei meio grogue, mas recuperei a consciência logo quando ouvi barulho vindo de dentro da casa. Me apressei e peguei o carro de Pedronízio, fiz ligação direta no dodjão e fui em alta velocidade.

Paranoico, obcecado, determinado, fui a toda velocidade em direção à uma avenida a toda velocidade, o carro estava fazendo tanto barulho e estava tão rápido, eu me senti o rei do mundo, 200, 220, 250 km/h... Só faltavam as rodas saírem do chão!



Eu estava rindo satisfeito com minha empreitada até que- POW! Bati... Apaguei.

Quando acordei, estava em uma cama de hospital... virei minha cabeça para o lado e vi um homem alto, forte de boa aparência, trajando um terno Armani azul marinho e sapatos de couro de jacaré-de-papo-amarelo.

Perguntei onde estava e ele disse rindo “Goiânia!”.

Quase dei um salto da cama, já que morava em Anápolis.

Expliquei a ele o que aconteceu e o homem com uma face assustada fez o sinal da cruz e começou a rezar em línguas, eu achava que ele estava doido, mas quando terminou, ele me explicou que era Pastor e que se chamava Josimar. Disse que meu caso foi culpa total e única de encostos da umbanda, talvez invocados das profundezas do inferno por Pedronízio.

Com medo de acabar possuído de novo, não voltei para casa, fiquei e ouvi todos os ensinamentos do pastor, precisava de uma casa e de um emprego, que gentilmente foram cedidos pelo pastor Silas. Hoje sou motorista da Igreja Internacional e fiel vinzimista. Devo tudo ao pastor Josimar.

Ô glória!

13 comentários:

Anonymous disse...

"Armani azul marinho e sapatos de couro de jacaré-de-papo-amarelo" realmente tudo de bom... eu nunca li tanta merda na minha...

Anonymous disse...

"Disse que meu caso foi culpa total e única de encostos da umbanda, talvez invocados das profundezas do inferno por Pedronízio"

po tu roba o carro do cara ainda é coitadinho?

Anonymous disse...

vai se fuder cristão de merda

Anonymous disse...

"Raguiuei turréu da banda AC/DC"

vc sabe q eu nunca ouvi falar nessa musica ???
eu, nem google, nem nenhum rockeiro, e o mais interessante: nem a banda AC/DC nunca ouviu falar nessa musica !!!!!

o q tds nós sabiam q ela se chama Highway to Hell, mas q ela tinha mudado de nome num sabia não...

Anônimo disse...

que merda cristão idiota e pastor mais idiota ainda, vem cá não foi preso? Não pagou pelos estragos assim como danos morais a pessoa citada acima? É o que eu digo cristão é tudo frouxo faz um monte de merda sem responsabilidade depois se convertee e fica tudo certo e as cagadas que a pessoa fez para o outros que se foda.

Anônimo disse...

Vcs se esconde atrás de uma biblia finjindo ser oq vcs ñ são!
acordem sejem vcs mesmo
bj Humanoid

Anônimo disse...

eu nem li
mais sei que voce falo merda
até por que voce so faz isso mesmo
então voce chega em casa liga o pc e fica tentando descobrir o que fazer?
ai voce vem aqui e escreve um monte de bobagens
voce tem um cerebro? ou é merda mesmo?
ah acho que vo na opição dois!
vai se trata

AnjoDARK disse...

Eu diria que esse tipo estava mesmo possuído pelo Diabo ao roubar o carro do amigo dele!!! Trouxa invejoso!!! :-(

Anônimo disse...

kkkkkkkkkk

Ri demais

Anônimo disse...

lol?tu roubou o carro do outro e ainda da uma de coitadinho?vc devia ser preso por te roubado o carro do cara isso sim,acho que realmente o diabo possuio vc -.-'

Mister G disse...

Velho, ridículo esse blog! Postagem ridícula, tenho tanta vontade de pegar uma camisa do System, minha calça rasgada, meu Spyke, meu cabelo Punk, minha maquiagem e ficar plantado em frente essa igreja!

Anônimo disse...

Mister G, vai ser espancado.

Anônimo disse...

esse é meu site de humor favorito kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Postar um comentário