segunda-feira, 16 de julho de 2012

A salvação do Nerd

Bom, pastor Erivelto, a história é mais ou menos assim

    Minha vida era só bonança e maravilha aos 13 anos de idade na pequena cidade de Aringuaia, SP. Aos treze já era conhecido como transão na escola Almirante Tamandaré, as meninas que tinha levado pra cama me chamavam à boca pequena de Fanta Litro. Você pode imaginar o porquê. É claro que eu vivia em pecado, mas uma fornicação aqui uma ali, Deus nosso senhor perdoa. Era meu único vício, uma prexequinha de 12 aninhos. Depois de conquistar todas as meninas da sétima série, já estava enfileirando pra empurrar nas meninas da oitava e estava armando uma feiosinha do primeiro ano. A vida era boa, tomava umas cervejas, quase sempre Nova Schin, Kaiser ou Antártica com meus amigos Chico Curió e Bomba-péti, fumava um cigarrinho Hollywood verde mentolado, claro que escondido dos meus pais. Minha família era católica apostólica romana, assim bem escandido, minha mãe enxia os pulmões de orgulho para se vangloriar do pecado. Padre Armando fazia muitas visitas a minha mãe, sempre trazendo novos presentes, sempre muito generoso.

    Era uma sexta feira quando apareci de surpresa na casa do meu parceiro Bomba-péti, sempre combinavamos o rolê, comparávamos as prexequinhas da semana; possuíamos até um caderninho pra marcar pontos de todas as meninas que levamos pro Águia Hotel. Como eu disse, essa era nossa vida. Naquele dia porém, Bomba estava diferente, estava vidrado em umas revistinhas, não falava comigo, não queria abrir o caderninho. Tive que arrancar a revistinha da mão dele e perguntar:

     - ôrra, Bomba, que merda é essa, meu ?

    Ele me olhou furioso, as popilas dilatadas como se sobre efeito do LSD (que depois pela igreja eu soube que foi uma droga satânica criada pela banda Os The Bítous)

    -Me dá essa porra, Fanta. Tenho que saber o que acontece com o home-aranha nesse volume.

    Home-aranha ? As únicas aranhas que o Bomba curtia eram as cabeludas do Rândevú de Madame Cascalhete que ficava na BR. Movido pela curiosidade e pelo modo que Bomba estava agindo comecei a ler as malditas revistinhas. Era terrível, exalava o cheiro de virgindade, mas era atrativo demais para parar, queria pertencer aquele universo fantástico de qualquer jeito, queria fazer a mão chifrada e jorrar teia (uma clara referência a luxúria, ao esperma, diretamente ligado a Satanás.)

    Assim começou o início do meu fim, primeiro Home-aranha, depois Super-home, e então Bátiman, Equis-men, Lanterna Verde, Tropa Alfa, DMZ, Watchmen, Ypsolon o último home, Akira ( que é mangá satanista), Love and Rockets. Logo passei a me interessar por coisas cada vez mais cabeludas ( que não eram mais as aranhas do randevú) como Sr. Dos Anéis, Crônicas de Gelo e Fogo, Eragon, Fifty Shades of Grey, Crepúsculo, Harry Potter, Isaac Asimov, Arthur C. Clarke, Robert A. Heinlein, Paulo Coelho, Reinaldo Azevedo, Che Guevara (a biografia dele como cantor de roque). Quando vi á estava ouvindo roque pesado, jogando Magic the Gathering sozinho no escuro, pesando 150 quilos e com o cabelo na altura da bunda. Havia transformado-me no verdadeiro Nerd, mal saía de minha casa, outrora chamado de Fanta Litro, agora nem mesmo enxergava a tampinha da garrafa. Meus pais diziam que era apenas uma fase e continuavam a me sustentar cada vez mais ocioso e sedentário. Masturbava-me constantemente para hentais e para meninas como Miranda Cosgrove e Jennette McCurdy, havia esquecido como era uma prexequinha real, agora giravam em minha cabeça somente xaninhas pixelizadas.


    Um belo dia saí para a banca da cidade para comprar a nova edição do Home-aranha, o jornaleiro já me conhecia pela camisa engordurada e pelo fedor de Cheetos. Nesse momento, saía da banca um senhor alto, de porte nórdico, cabelo cortado a escovinha, os olhos azuís faiscavam tal qual safiras sob o Sol do meio dia, vestia seu terno Armani preto e cinza de corte customizado, sapatos Ferragamo de cromo alemão, uma camiseta Versace masculina riscada de azul e mais importante que tudo um sorriso muito cativante, era como se estivesse na presença de Thor, um dos meus ídolos das revistinhas. Ele olhou para mim com um misto de pena e de nojo, mas sem abalar o sorriso.  Disparou em minha cara:

    - Você quer ser salvo, meu filho ?

    Eu queria responder com a maior grosseria do mundo, salvo de que ? eu estava muito bem obrigado.

    - Não tenho religião, essa porra só serve pra manipular a massa.

    Ele fitou meus olhos com aquele par de safiras, em retrospecto posso dizer que vi Deus refletido dentro daquela imensidão azul, e também vi estrelas com o soco do falcão que ele aplicou em minha vasta pança. Quando acordei, senti o mundo cheio d’água.  Ouvi a voz de longe ressoar:

    - Você está na piscina sagrada, Rogério. Levanta-te e anda.

Ao abrir os olhos, percebi que meu tecido adiposo havia secado, meu cabelo estava curto novamente, não sentia mais a eterna camada de suor que se formava em meu corpo e acima de tudo uma força linda preenchia o vazio do meu coração. Então, pastor Erivelto, foi assim através da ação certeira do Pastor Udinésio que me tornei o que hoje sou, renomado escritor de quadrinhos cristãos, arranjei uma esposa no sorteio de casais (uma menina reformada da casa de Cascalhete) e ajeitei minha vida.

   Rogério Vianna, Obreiro, Escritor Cristão e Vinzimista Fiel.

7 comentários:

Zudo-Kun disse...

véi, na boa.. num lugar onde "raparigar" é melhor do que a leitura eu num sei naum.. esse deus so pode ta travadão!kkkk

Mas foi um bom conto, Fake, mas blz. se fossem qm dizem que são nao escreveriam errado de propósito! ;)

-!Axel. disse...

Emocionante, fiquei aos prantos aqui. Bela história de vida do irmão Rogério... Irei orar por ele e pelas almas que caíram no mesmo mal.

Anônimo disse...

O relato é muito ungido, só não cometa pleonasmos redundantes como "mangá satanista"( todo mangá é satanista)

Antônimo disse...

'pleonasmos redundantes' hahahahahha

Jesus te ama!

Anônimo disse...

Dança Kuduro Latino

Dança kudurooo!!

Vem Latino.
Daddy kall.

Com as mão pra cima, cintura solta.
Dá meia volta, dança kuduro.
Não se cança agora, começou a festa
Mexe a cabeça e dança kuduro. (2x)

E quem pode domar a força que entra nas suas veias
Fica quente, gruda na gente, ferve, esquenta e incendeia.
E quem pode parar isso parar isso que descontrola sua cavera. Esse fogo que queima por dentro e lento.
Tudo me tempera.

A mão pra cima, cintura solta.
Dá meia volta, sacode duro.
Não se cança agora, começou a festa
Mexe a cabeça e sacode duro.

Balança que é uma loucura
Morena vem do meu lado, ninguém vai fica parado quero ver mexer kuduro.
Balança que é uma loucura
Morena vem do meu lado, ninguém vai fica parado
Oooooooooooh, oi oi oi, oh, oi oi oi.

É pra quebrar, kuduro vamos dançar.
Kuduro, oi oi oi, oh, oi oi oi.
Seja morena ou loira, vem balançar.
Kuduro, oi oi oi.

A mão pra cima, cintura solta.
Dá meia volta, dança kuduro.
Não se cança agora, começou a festa
Mexe a cabeça e dança kuduro. (2x)

Balança que é uma loucura
Morena vem do meu lado, ninguém vai fica parado quero ver mexer kuduro.
Balança que é uma loucura
Morena vem do meu lado, ninguém vai fica parado
Oooooooooooh, oi oi oi, oh, oi oi oi.

É pra quebrar, kuduro vamos dançar.
Kuduro, oi oi oi, oh, oi oi oi.
Seja morena ou loira, vem balançar.
Kuduro, oi oi oi.

Dança kuduro!!
Vai vai vai

A mão pra cima, cintura solta. (vai vai vai)
Dá meia volta (vai vai vai), dança kuduro.
Não se cança agora (vai vai vai), começou a festa (vai vai vai)
Mexe a cabeça (vai vai vai) e dança kuduro.

A mão pra cima, cintura solta.
Dá meia volta, dança kuduro.
Não se cança agora, começou a festa
Mexe a cabeça e dança kuduro.

Kuduro, duro, duro, duro, duro.

Não, mas vamos dançar kuduro

Anônimo disse...

Santa ignorância... como tem gente que perde tempo escrevendo essas merdas e tentando iludir fracos de espirito...esses depoimentos são inventados com toda certeza pra iludir pessoas de mente fraca... algum cristão filho da puta tentando fazer a lavagem cerebral de coitados...Che Guevara como cantor de rock? só se foi em outra encarnação, meus caros... façam uma pesquisa antes de sairem criticando ou escrevendo errado essas babaquices fanáticas... é por essas e outras q cada vez mais me enoja esse universo ""cristão""... Mas um dia essa merda toda acaba e não veremos mais a ignorancia e fraqueza cristita ser disseminada... Tomem vergonha na cara, bando de mercadores de deus, hipócritas filhos da puta!
QUEIMEM AS IGREJAS!

Anônimo disse...

Bítous ? é Beatles

Postar um comentário