quarta-feira, 2 de março de 2011

Mônica: O Fruto Proibido

Pastor Clodoaldo Malafaia.

Quando completei 19 anos aconselhei-me com o senhor sobre qual rumo tomar em minha vida. Creio até hoje que tomei uma escolha sábia ao abdicar de meu segundo lugar no vestibular de química e ingressar de cabeça na carreira de obreiro, que opera para Deus e não para os meios alquímicos de Satanael. Pois bem, nascido e crescido na roça, custearia-me muito ter de tomar 4 conduções apenas para chegar à igreja todos os dias, atividade que já fazia nos domingos. Para evitar isto, aluguei um pequeno apartamento.

Confesso que embora já fosse barbudo e educado pelo braço de ferro de meu pai, ainda tratava-me de um matuto que via com olhos inocentes certas coisas pecaminosas no mundo. Era BV e virgem, jamais tocara em moça alguma e minha compreensão máxima das perversidades carnais advinha dos comerciais de cerveja que intercalavam os programas evangélicos na TV. Por minha ignorância, admiti a entrada do Sinistro em meu lar.

Como sempre, lobo na pele de cordeiro, no caso, uma pele mui bronzeada e corpo torneadíssimo: era a jovem estonteante que há 3 anos morava no apartamento em frente.

Ela me viu pela primeira vez ao retornar do clube, trajada de micro-saia, óculos escuros e marcas de bíquini sobre um tomara-que-caia apertadíssimo. Eu, por um estúpido desvio, já havia espiado seus movimentos. Não sou de me gambar, mas sou mesmo um rapaz galante, alto e forte, e isto despertou nela sentimentos de atração.

- Ah, você deve ser o novo morador.

- Sim, sou Edilei Penteado.

- Apareça qualquer dia em meu apartamento, Edilei.

- Pode deixar, moça.

- Haha, não me chame disso tonto. Sou Mônica.

Pastor, eu sempre imaginei que os encontros das moças com os rapazes fossem muito menos promíscuos. Desconhecia ainda como eram feitos os bebês, pois meu pai rasgava esta página de meus livros junto com as da teoria da evolução. Imaginei que Mônica desejasse apenas minha amizade, e que aqueles sentimentos loucos que eu tinha em sua presença eram azia e enxaqueca da buchada do Bar do Nelson. Infelizmente, não. Mônica era como bruxa e largou sobre mim um feitiço de encantamento.

Por minha própria timidez, não cheguei a visitá-la, propriamente. Deixei a cargo do destino. Não entendo a razão, mas três dias após Mônica ir ao supermercado e trazer um saco de Caravelas 5 kg, faltou açúcar em sua residência.

- Você tem, Edilei?

E dei-lhe uma caneca cheia. No fatídico dia, jorrava água de minhas torneiras, mas ela foi interrompida no meio do banho e apareceu perante minha porta, totalmente molhada e enrolada em toalhas:

- Acabou a água em minha casa, posso terminar o banho aí?

- Ora, acabou? Vou reclamar com o síndico!

- Não, esquece. Eu disse água? Falava da resistência do meu Lorenzetti Blinducha que acabou de queimar.

Como queria conquistar a simpatia da vizinhança (e crescia em mim uma doentia afeição por Mônica) permiti que terminasse seu banho em minha casa, mesmo que fosse uma mulher semi-nua não-evangélica. Dez minutos depois, estava eu organizando meus vinis e ela entrou no meu quarto, totalmente nua. Tentei cobrir meus olhos, mas meu instinto de bicho clamou o contrário, assim não resisti em encarar aquela visão demoníaca de seus fartos seios.

Neste momento Mônica caiu sobre mim e iniciamos os atos sexuais. Muito corado, senti que minha genitália petrificava-se, sentimento até então desconhecido (com exceção de vezes em que dormia com câimbra) e o vigor com que meu órgão ficou em riste lembrou-me da passagem da mulher de Ló (aquela que Deus transformou em estátua de sal). Temi que fosse o próprio Senhor quem me punia; tomei Mônica pelos braços e afastei-a de mim.

- O que é você, um idiota?

Levei a Bíblia da cabeceira de minha cama às mãos e comecei a orar alto, num descarrego público às improvisas. Mônica, enfezada, vestiu-se e saiu. Depois de certo tempo, já me sentia natural e com a cabeça sadia.

Enfim, este relato reforça a necessidade de cada cristão na eterna vigília. Minha vida poderia estar desgraçada com estas mulheres voluptuosas. Ao contrário, ando muito bem com Jaquelina, uma protestante batalhadora que luta todos os dias contra sua hiper-obesidade e severos problemas de acne. Além do quê, sobrinha do próprio pastor Clodoaldo, um mestre altamente conceituado na OAB.

Edilei Penteado
obreiro, 22

19 comentários:

Anônimo disse...

sequinte colega duas perguntas, uq a foto da mulher melancia tem a ver com seu relato, e quem te aconselhou a ficar com a sobrinha do pastor, foi amor seu a ela ou alguem ''empurrou'' ela pra vc?

Irmão Tod disse...

Glória, irmão, aquela bruxa quase te transformou em pedra de sal, mas sua fé foi mais forte e você venceu em cristo

Pr. Clodoaldo Malafaia disse...

Irmão Anônimo, o retrato é meramente ilustrativo. Quanto à minha sobrinha, confesso que agi de certo modo impulsivamente: ela andava os 18 e temia que ficasse pra "titia", como se diz. Contudo, é uma evangélica exemplar, cozinha, lava e cose como mestre. Quais outros atributos deve-se esperar de uma boa espôsa?

jonas disse...

bom homem. homem de Deus.

exemplo de varão de jesus

Anônimo disse...

Por que as mulheres de vocês tem que ser gordas?
Algo contra as magras?

Anônimo disse...

WHAT A HELL
ESSE BLOG É HUMORÍSTICO NÉ?

Irmão Tod disse...

não

Anônimo disse...

HUAUEHUEHUEHUAEHEHUEEEHUHUEUHEHUEHEUHEUHEHUUHAEUHEHEUEHHUEUHAEUHAEUHEUAEUHEHAEUHEHUEHUAUHEHUHUEUHUEUHEUHEUHEAHUAEHUUHEUHEUHAEHUAEHUAEHUEAHUEHUEHEAHUAEHUEEUHEUHEHUEHUEHUEAHUEHUAEHUEEUAHUEHAEHUAEHAEUEAHUAEUHEAHUHUEHUAEHUEHAAE, esse blog é de humor mesmo!

Anônimo disse...

o pastor provalvelmente tirou esse cara da igreja pois ele de ve se viado ne naum comeu a mulher ou o pastor faz orgias sexuais com ele ou pegou a ex-mulher dele ushaihsiuahsiauhsiaush

enkil-anunnaki disse...

Homem de Deus verdadeiramente!

Anônimo disse...

se nata seus gays inrustidos filhos de uma chocadeira

JnpWoW disse...

Amém irmão. Deus te deu a liberdade antes que se vendesse ao próprio satã!

A paz!

AnjoDARK disse...

Vê lá se não queres que eu te apanhe também como a Mónica fez...

Irias sentir o "meu" inferno... ^-^

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkAdorei esse blog! Já tô por aqui!

Anônimo disse...

é veado
kkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

queimem no inferno desgraçadooooooooooos


\m/

Anônimo disse...

esse blog é de humor ne??só podee
katucaracatuca

Anônimo disse...

aleluia!!!
que a viadagem seja a maior das virtudes

Anônimo disse...

A santidade é isso.obediência a Deus.

Postar um comentário