segunda-feira, 14 de março de 2011

A Baleia Possuída


Pastor Clodoaldo Malafaia.

Nos idos dos anos 95 ocorreu a febre da baleação ilegal. Meu bom amigo, José Torrinhas, prometeu-me um emprego de alta remuneração e de serviço mole: conduziríamos um barco pesqueiro de sua propriedade, o Antúrio do Oceano, herdado de um falecido tio, e navegaríamos por alto mar à caça destes animais tão valiosos. Desempregado e desesperançado, agarrei a promessa a pronto estado, deixando a terra para ingressar nas desventuras desta atividade.

Na costa do Brasil há mesmo muitas baleias, e são animais de natureza gentil, quase tontas: rendiam muito óleo e carne, que de Santos seguiam contrabandeados para o Japão, onde são iguarias assaz apreciadas. A grana era boa de verdade. Se não fosse pelo IBAMA, seríamos ricos, autênticos magnatas da pirataria baleeira.

Quando expandimos o negócio, convidou Torrinhas à tripulação um colega antigo, Arceu Valadares, evangélico rigoroso. A presença de Arceu era para mim enfadonha. Quando à noite sentávamos à meia luz da lua para jogar baralho e tomar cerveja Brahma, Arceu nos aporrinhava com assuntos de religião. "Truco é coisa do diabo", "álcool é a droga dos tolos", etc. Muitas vezes me zangava com o dócil Arceu e zombava de Deus e da religião, dada à agnose de meu coração. Mas durante o dia, era ele trabalhador e metódico e ao lado de nós caçava baleias a granel. Certas vezes temíamos mesmo que a embarcação cedesse ao peso da carga, tamanha a fartura de carne e óleo.

Um dia, contudo, a natureza preparou sua revanche. Fui acordado por ruídos de um trambolho descomunal que abalroava o casco, tentando pôr-nos a pique! Para nosso espanto, um mamífero imenso a rugir monstruosamente deslizava ao redor de nossa pequena embarcação, já danificada. Arceu correu ao arpão, enquanto o resto de nós continha os danos; valente e diabólica, a baleia não hesitou. Avançou contra onde ele se encontrava e saltando como naquela fita Free Willy abocanhou o pobre homem, carregando seu corpo até o fundo do mar, ocultando-se por fim no azul absoluto.

O Antúrio do Oceano ainda flutuava e continuamos viagem. Naquela noite, todavia, fui assombrado pelo mais fantástico sonho: uma voz mordaz e agressiva discutia e fazia zombarias. Para meu espanto, era a baleia assassina, que devorou nosso colega Arceu, que tinha gestos humanos e falava com eloquência, presente nos meus sonhos tão viva como se ali estivesse. Mais atônico fiquei quando descobri, entre os pertences de Arceu, uma Bíblia com referências as citações no livro de Marcos, Mateus e Lucas, do episódio em que Jesus exorciza os demônios de homens e instaura-os em porcos virgens de alma, que então correm à água.

Compreendi naquele momento que a baleia que assassinou meu amável colega fora tomada por espírito maligno de mesma similaridade. Terrificado de medo destes animais encostados que habitam no oceano, pedi à José Torrinhas que me desse minha parte, que em outra embarcação jamais desejaria pisar.

Três depois, contudo, algo ainda mais incrível aconteceu. Por virtude de Deus que há no céu, reencontramos a baleia assassina a singrar pelos mares, desapercebidamente. Arpoamos a maldita de imediato e comemoramos calorosamente: "vingamos Arceu". Ao abrir seu ventre, avistamos Arceu desacordado, com as roupas de corpo, ensopado de âmbar e sal marinho. "Arceu está vivo", gritou José Torrinhas.

Como na história de Jonas, também Arceu passou três dias no ventre de um peixe (com a permissão de Deus) e ali habitou vivo. Em razão deste evento milagroso, deixamos a caça baleeira e voltamos em terra, totalmente convertidos.

Desde então somos ministros da IPI de Guarulhos. Arceu diversas vezes contou esta fantástica história que já converteu dúzias de incrédulos. José Torrinhas e eu, também pastores fortemente conceituados, somos testemunhas desta maravilhosa obra do Senhor. Ressalvo que a beleza deste testemunho não deve ofuscar os perigos dos animais tomados por espíritos malignos, que são muitos. Devem os irmãos atentar a estes seres diabólicos; os descarregos hoje já cobrem os espécimes animais, sobretudo os domésticos, cães e gatos furiosos e sádicos, que podem ser curados de tais maleitas espirituais.

Pastor Oswaldo do Lago
Igreja do Primeiro Impacto, Guarulhos

20 comentários:

Death disse...

Aonde foi que vcs bateram a cabeça que o efeito do primeiro impacto ainda não passou

Anônimo disse...

WTH!!!!
Você tem o que na cabeça?
Com essas coisas não se brinca, nem sendo fake!!!
Você tem idéia do que acaba de insinuar?
Vocês tem que ser presos, torturados, humilhados, espancados (depois da tortura), irem para a cadeira de choque mas não poder morrer, serem crucificados e estuprados por macacos (eu tava sem criatividade na ultima parte).

Anônimo disse...

Pura "história de pescador"... Sem falar na falta de originalidade que foi essa mistura de Free Willy, Whale Wars e Pinóquio.

Eta pô disse...

Cara, tu tem caçado a própria mãe pelos 7 mares desde então?
Essas baleias são difíceis de pegar mesmo...

Irmão Tod disse...

não tem nada de pinoquio, isto é fato biblico, baleias comem pessoas e da pra sobreviver dentro delas por +/- 3 dias

Pr. Clodoaldo Malafaia disse...

Irmão Anônimo, gargalhei com essa tua calúnia, indigna mesmo de um feitor de escárnio como tu. Pinóquio é uma obra pagã baseada, entre outros, no Livro de Jonas da Bíblia (Jonas habitou o interior de um peixe enorme por 3 dias e retornou com vida). Milagre similar Deus operou em Arceu Valadares, que é uma história verídica e multi-confirmada.
Entristece-me, porém, saber que um testemunho belo de Fé possa ser qualificado como "história de pescador". Só oro por tua alma perdida!
A paz.

Anônimo disse...

Multi confirmada?
A Balela da Baleia
teno dó dos ignorantes que acreditam em vocês e dó do julgamento que vocês terão que enfrentar perante ao altíssimo.

Fã do pastor Clodoaldo disse...

Pastor Clodoaldo, você é demais! Deus te abençoe.

Anônimo disse...

Pastor, vá para o mais profundo dos infernos com sua ignorância.

Anônimo disse...

estes ímpios devem ser analfabetos
emitem respostas automáticas sem antes prestar-se a ler o texto

Anônimo disse...

pra que ler os textos?
se td oq é escrito nesse blog é sem noçao-.-"
deus tenha piedade das suas almas!

andréa disse...

HEUHEUEHUEHUEHUH torindo muito nesse blog!!!! Todas as histórias aqui são muito sem noção cara!! torindo demais!

andréa disse...

Ah, e a história de Jonas e a baleia é só uma metáfora, bando de evangélico ignorante que não se dá nem ao trabalho de estudar a bíblia e fica falando merda! pqp! vão estudar ok

Anônimo disse...

kkkkkkk..q loko e baleia e gato tem de tudo
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

RIDÍCULA A HISTÓRIA, ASSIM COMO VOCÊS!!!!
tenho pena....

AnjoDARK disse...

As baleias não são peixes!! São mamiferos marinhos que devem ser protegidos!! E nenhuma baleia come pessoas! Se o que aconteceu com Arceu é verdade, ele deve ter caído para dentro da boca dela e acho que ninguém conseguia sobreviver dentro de uma baleia!

Anônimo disse...

Que maravilha, que glória!!! Aleluia!!! Tem uma igreja do Primeiro Impacto na minha cidade e eu não sabia! Que bênção!!! Irmãos, por favor me informem o endereço para que eu possa participar dos cultos de libertação! Deus abençõe!

grand chase na ceduc disse...

anjodark existe so uma especie de baleia que come pessoas e outros animais de porte medio e essa baleia e a orca

Anônimo disse...

Marcos 13:28 a figueira foi plantada em 1948 durará até 2018 dvido o salmos 90.10
estamos diante de algo histórico, o bicho vai pegar.

Natsu Dragneel disse...

Meu amigo, depois de ler suas história me senti meio intrigado. uma dúvida pairava sobre minha cabeça. quase não consigo dormir. gostaria que por favor o Blogger respondesse a ela. Você come merda de colher ou de garfo??

Postar um comentário