sábado, 24 de abril de 2010

A Redençao de Zé Gobila

Saúdo a todos com a doce paz do Senhor dos Senhores. Irmãos, semana passada eu estava em Belém do Pará resolvendo alguns negócios da DC (uma empresa da Igreja Internacional voltada à caça esportiva cristã) aproveitei a ocasião para ir pregar o evangelho na bem estruturada cidade satélite da Marituba. Para a minha surpresa eu encontrei um velho conhecido meu, um amigo dos meus tempos de infância depravada na capital paulistana, o Zé Gobila.



Assim que começamos a conversar ele perguntou se eu ainda era saneador de vias públicas (gari), eu retruquei tirando minha Bíblia Sagrada da minha pochete e mostrando o texto de Salmos 113:7:

“Ele ergue do pó o desvalido, e do monturo, o necessitado”.


Então eu expliquei que o Deus de Israel me ergueu e que hoje sou um conceituado empresário do ramo da caça, ele gargalhou descrente e me chamou para jogar uma sinuca. Eu sabia que a única maneira de salvar aquela alma era aceitando o convite e entre uma tacada e outra dar uma pala do amor de Cristo. E foi isso que fiz a cada tacada eu abria a bíblia e lia um versículo, cada vez mais o Zé aparentava está se zangando mais.

- Lucas, espera aí que eu vou pegar uma bebida no bar da velha pra gente.

Quando ele disse isso eu fiquei tão surpreso que minha cerveja caiu sobre minha camisa da Levis.

- Porra, aqui tem bebida porque tu vai pro bar da velha comprar bebida?

- Lá tem um goró que só tem lá, goró louco.

Ali eu tive certeza que ele pretendia me matar por não está agüentando ouvir o evangelho da verdade, os ímpios desconversam não agüentam ouvir a palavra da Salvação. Minutos depois ele chega com uma bebida e me ofereceu.

Eu sabia que se tratava possivelmente de uma bebida letal, mas baseado em Marcos 16:18:

“Pegarão em serpentes; e se alguma coisa mortífera beberem, não lhes farão mal”.

E eu bebi aquilo em um só gole e regozijando em Cristo, cantando em silêncio o hino 15 da harpa Cristã. Ô aleluia! Hasharamcrambalaiasbacia!

O Zé gobila ficou olhando e rindo de mim, juntamente com todos os que estavam no bar. Aí ele revelou a composição da bebida:

- Cerveja Skol;

- Secreção de Rã Flecha Venenosa Dourada;

- Veneno de peixe pedra;

- Veneno de aranha (Acténida Brasileira);

- Sangue aidético da irmã vagabunda dele;

-Mijo suíno;

- Óleo diesel;

- Sangue de bicheira de égua;

- Secreção de gonorréia;

Eu olhei pra ele com meu característico ar de superiodade e disse:

- Paulo também foi invenanado na Ilha de Malta por uma serpente e Deus o guardou, não vou morrer e espero que o meu tstemunho sirva de correção pra você.

Hoje ele me Ver-o-Peso e caiu por terra clamando e louvando o nome de Cristo, o Redentor, gritando a plenos pulmões:

“Perdoa-me ó pai, por duvidar desse homem que está a Te servir! Ei vocês, aceitem a Jesus, ele está no nosso meio e quer nos salvar”.

Ele disse que ia largar o álcool, as drogas e o mais difícil: a sinuca. A paz.

Um comentário:

Julie' Bellamy' Turner.' disse...

"- Sangue aidético da irmã vagabunda dele;"

AUSAHUSHAUSHAUSHAUSHUASHAUSHA'

É pra rir ou pra chorar? kkk'

Postar um comentário