quarta-feira, 7 de abril de 2010

A gangue de bikes

Testemunho enviado pelo nosso pastor associado Julien Sorel. Nele lemos sobre um fiel contando-nos seu testemunho , como forma de inspirar aos que ainda estão perdido nesta vida de devassidão e loucuras.



"Pastor, meu nome é Jailton e gostaria de contar a minha história de superação e fé.
Certa vez, quando eu tinha 11 anos, fui com meus pais (evangélicos) visitar a casa da minha tia, que era católica. Ela passava por maus bocados pois o marido ,alcoólatra, como é comum a todos os católicos adultos, havia abandonado-a recentemente e seu filho, que já tinha quase 30 anos, só dava despesa e não queria saber de trabalhar. Enquanto meus pais tentavam convencer minha tia de que ela só superaria esses problemas se se convertesse ao cristianismo, me deixaram conversando com meu primo. Chamava-se Otávio, e era um homem gordo e barbado, que vivia enfiado no quarto mexendo no computador o dia inteiro. Naquele dia Otávio me perguntou de quais animes eu gostava, e como eu não conhecia nenhum (meus pais não me deixavam ver esse tipo de coisa), ele disse que “iria me apresentar ao mundo fantástico da cultura japonesa através de um clássico da animação oriental”, com essas mesmas palavras, me lembro muito bem.

Então começou um desenho animado sobre uns garotos que andavam de moto e arrebentavam com a cabeça de outros garotos, e um deles tinha um testa imensa o que lhe dava poderes sobrenaturais de explodir coisas, e o filme todo eles procuravam por um outro moleque que nunca aparecia. O nome do desenho era Aquira. Aquela coisa me fascinou, tanto que pedi para que Otávio gravasse o desenho em DVD para que eu pudesse assistir em casa. Meu primo, coçando a virilha (ele vivia só de cueca pela casa, esqueci de dizer), riu e disse, “você está virando otacu priminho, parabéns, agora você é superior”. Não entendi muito bem o que ele quis dizer, mas o que importa é que quando voltamos da casa da minha tia eu trazia o DVD de Aquira escondido no bolso da bermuda.

Desenho Aquira : obra de satanás

Assisti o filme dezenas de vezes seguidas, e fiquei tão viciado que pedi aos meus amiguinhos de bairro que passassem a me chamar de Caneta (é o apelido do personagem principal do filme). Eles, claro, riram de mim, mas eu expliquei o porquê e mostrei o filme pra eles, que ficaram tão viciados quanto eu. Então tive a idéia de juntar nossas bicicletas e fazer uma gangue igual a dos moleques do filme. Nosso nome, claro, era moleques do aquira.

Com nossas bicicletas passávamos correndo a toda velocidade pelas ruas do bairro imitando o comportamento violento dos garotos do filme, ou seja, xingando velhinhas, puxando rabo de cachorros, jogando pedra em gatos e levantando as saias das meninas. Nos juntávamos na casa de um dos membros todos os dias para assistir Aquira, e para imitar os personagens, tomávamos vários AS infantil com coca-cola. Depois de tomar os comprimidos, nos sentíamos muito loucos e íamos barbarizar pelo bairro, até a noite cair.

Com o tempo nossa fama foi se espalhando, e várias senhoras foram reclamar com meus pais acerca do meu comportamento, mas eles não acreditavam, primeiro porque morávamos num bairro católico, onde as pessoas mentem o tempo todo e morrem de inveja dos evangélicos, sempre tão corretos e bem-sucedidos, e segundo porque em casa eu me fingia de bonzinho. Assim eu ficava livre pra detonar na rua com meus amigos e nossas bikes. Só que aconteceu de começarem a surgir outras gangues de bikes, que logo se tornaram nossas rivais. E foi aí que minha vida desandou de vez.

Uma gangue não podia ver a outra que logo começava brigas violentas. Valia de tudo na luta: galho de goiabeira, cabo de vassoura, pedrada, estilingue, voadora, e alguns meninos mais velhos davam até cintadas. Como nossa gangue era a primeira, nós tínhamos mais membros e por isso quase nunca perdíamos uma briga. Mas era tudo muito estressante, e para descontrair, descontávamos nas travessuras que fazíamos com os bichos e os outros moradores do bairro. Logo o caos tomou conta do lugar, as pessoas não queriam mais sair nas ruas com medo dos meninos de bicicleta. Mas meus pais continuavam sem saber de nada, pois eu mandava uma escolta seguir meus pais sempre que eles saiam, e por isso ninguém mexia com eles.


Um dia, vínhamos somente eu e alguns dos membros mais importantes da moleques do aquira passeando com nossas bikes e tomando sorvete quando fomos encurralados por um grupo formado pelos mais fortes membros de todas as gangues rivais, que haviam se juntado para nos derrubar. Sem chance de fugir, lutamos bravamente, mas eles eram em quantidade muito maior, e logo estávamos no chão apanhando feito animais. Pensei que fosse morrer naquela hora, mas do nada apareceu um homem alto e forte, vestindo um terno cinza e uma gravata azul, com uma bíblia debaixo do braço e no peito um broche com uma pomba branca desenhada, gritando:
-Parem já com isso meninos, vocês não são cristãos??

Como disse, o bairro era católico, e todos – inclusive os que apanhavam – responderam que eram seguidores do papa. Eu, contudo, ainda que estivesse quase morto por causa dos ferimentos, senti que algo lá no fundo me obrigava a falar e disse:

-Sou evangélico, Senhor!!.

O homem olhou para mim e pude ver que escorriam lágrimas dos seus olhos. E como que tomado por uma fúria divina, deu uma voadora com os dois pés que atingiu o rosto de alguns dos meninos que me batiam. Em seguida me pegou do chão e foi embora dali o mais rápido possível, enquanto eu desmaiava.



Acordei deitado na minha cama, com o homem sentado ao meu lado e meus pais em pé chorando. Ele disse que se chamava pastor Jucélio, e que tinha me levado de volta pra casa e conversado com meus pais sobre o que acontecera, mas queria saber porque aqueles meninos me batiam, se era só porque eu era evangélico. Tive que contar toda a história, do filme, da gangue e como eu escondi tudo dos meus pais. Chorávamos todos, eu por ter agido de forma tão errada, meus pais de vergonha pelas minhas atitudes. Mas o pastor Jucélio pediu para que nos acalmássemos e explicou que ninguém tinha culpa, que a culpa era toda dos desenhos japoneses e da vizinhança católica que cultivavam o mau pelo mundo. Em seguida falou que éramos eleitos por Deus por sermos evangélicos, mas que se quiséssemos ser mais eleitos ainda, que procurássemos a Igreja Internacional mais próxima, pois lá o cristianismo era muito mais cristão ainda. Agradecemos ao pastor e no outro dia fomos na II com ele, onde fomos batizados na piscina sagrada que por sinal curou todos os machucados causados pelos meninos das gangues.

Hoje em dia moramos num bairro quase todo composto de evangélicos, nunca mais vi nenhum anime, cortamos relação com minha tia umbandista e seu filho satanista, virei obreiro júnior e ando de bicicleta só para ir e voltar da igreja.

Ô glória!! "

16 comentários:

Anonymous disse...

PQP q muleque animal, Akira eh um anime FODA, ai um bando de zé buceta faz merda e coloca a culpa nos animes, e Otakus nao sao raça superior, nos somos apenas pessoas q veem anime no pc ou na TV, ai um bando de merda da igreja distorce a histora, se ela foi mesmo verdadeira, ai um bando de zé merda acredita nela, CAMBADA DE MERDA, anime eh a melhor coisa q tem!!!!!!! e Deus eh Chuck Norris, o FODAO!!!

Jean_CdZ disse...

Anônimo, o fato de você idolatrar um animê e esse cara que desafia a Deus (Chuck Norris), já mostra que não segue o caminho do senhor Jesus Cristo.
Espero que mais tarde você se converta.
A Paz.

Anonymous disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk pastor deu 1 vuadora quando foi tomado por 1 furia divina kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ri litruz JURA Q ESSA HISTORIA E VERDADERA E NAUM FOI NEM 1 POKIM AUMENTADA

Kaique disse...

eh o melhor blog de humor que eu jah vi,hahahahahahahahahahahahahahahahaha "cortamos relação com minha tia umbandista e seu filho satanista", esses pastores sabem contar uma piada. que cabanda de muleques idiotas, num sabe assistir essas porra sem se afetar, se ele jà era evangélico por que agia assim, jà que a fé dos evangélicos e tão "inabalável" assim.

Kaique disse...

já ia me esquecendo, catolicos são cristãos também, aliás, os primeiros cristãos da história, e a igreja católica só existe, pelos ensinamentos de cristo a seus discípulos, que fundaram a religião e a igreja.(dialoga agora pastor).

­Genovevo Silva Neves disse...

Kaique, em parte você tem razão, mas os Católicos se disvirtuaram de seu verdadeiro propósito e moldaram a bíblia centenas de vezes, já que antes de certo periodo, era proibido aqueles que não fossem sacerdotes, ler a bíblia e outra coisa, os sacerdotes precisavam saber latim, pois a biblia só era escrita nesta lingua. Em 500 DC a biblia foi mudada pela primeira vez por um rei que não se contentava com as "regras" ali impostas, em 900, fizeram outras mudanças em nome de um imperador, todas essas mudanças foram implementadas em toda a religião, sei que depois de muitas mudanças, profanações e alterações da biblia, incendios monstruosos e inumeros casos de corrupção dentro da Igreja Católica, surgiu um homem ungido, ele se chamava Luthero, ele criou o protestantismo sagrado e logo depois um homem tão ungido quanto: Calvin, esses dois homens ungidos fizeram doltrinas que hoje só são usadas nas melhores igrejas, como a Internacional e a Universal! Ô Glória!

Pastor Paulo Tarso de Oliveira disse...

Pastor Genovevo é muito sabido das coisas . Leiam o que ele acabou de escrever . A paz

Anonymous disse...

Meu Ovo

Kaique "Bryza" disse...

mas o povos mudaram com o passar do tempo seu pastor, e a igreja precisou se adequar a isso, muitas igrejas evangélicas não sabem disso por serem muito novas, a maioria não tem nem 100 anos, enquanto a católica tem um pouco mais de 2 mil anos, e a bíblia precisou ser reescrita tantas vezes pelo fato de a longo do tempo surgirem novos idiomas, imagine só se hoje em dia a bíblia ainda fosse em aramaico, grego e latim, os os três primeiros idiomas em que foi escrita, por isso é preciso haver mudanças na liturgia, dizer que todos os católicos adultos são alcoólatras é a pura ignorância, é a mesma coisa que dizer que todos os evangélicos são safados, mas nós católicos sabemos que muitos evangélicos realmente têm fé muitas vezes maior do que a de muitos dos católicos, eu sou católico e não gosto que façam falsas acusações contra a igreja, lógico que todos têm direito de criticar a igreja, e a igreja tem de aceitar as criticas, mas desde que sejam fundamentadas na verdade. e se os católicos reformularam a bíblia tantas vezes porque só a nossa bíblia é inteira?
com 77 livros, enquanto a de vocês tem cerca de 63 livros, cadê o resto?, podem continuar a criticar a igreja católica, mas afirmem nessas criticas a verdade, que vocês pouco usam.

Anonymous disse...

Eu ri litros.

Kai -kun disse...

que legal...o filme akira é tão bom.....XD
mas assim mesmo eu curti essa carta de magic aonde eu compro ela ???quero ela no meu grimório XD


By kai-kun
Horewa Saikyou da!!!!!!

Anonymous disse...

Kaique ta certo, a igreja evangélica pra mim é uma filha da igreja católica, o problema é a mania de voces de criticarem tudo sem a menos saber das coisas, voces acham que são os melhores, os mais fortes, que seu deus ama mais voces

primeiro porque morávamos num bairro católico, onde as pessoas mentem o tempo todo e morrem de inveja dos evangélicos, sempre tão corretos e bem-sucedidos

viu isso?vc acha isso certo?

Julie' Bellamy' Turner.' disse...

(Voadora Ungida

Voadora ungida causa 4 pontos de danos na criatura alvo. Humanóides alvo de Voadora Ungida recebem 6 pontos de dano ao invés de 4 pontos.

"Chego logo na voadora!" - Pastor Lawrence.)

EURI MUITO FLW

Essa é a versão mais porca de Yu-Gi-Oh que eu já vi, kkk'

Anônimo disse...

eu quero que acabe todas as religioes do mundo porque as mesmas sao como as tão mal faladas gangues ^^ pois tudo que divide as pessoas nao présta huashuashuashuas eu quero que se fodam esses caboco ai anime nao é do capeta eu assisto e amo e tomara que seja mesmo dai eu mando o capeta infia o garfo no cú de cada um que segue alguma religiao e manda ele nao ter dó do cu dos evangelicos seus praga

AgitoWanderk.com disse...

meu avo ateu entende mais de religião do que esses pastores retardados que não comtrolam nem assua própria mente. kkkkkkkkkkkkkkk vcs são ilarios.

AgitoWanderk.com disse...

essa voadora ungida causou sérios danos na seu fraco rassocinio kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk .vão arranjar garotas saiam dessa vida medíocre . seus zé pranada

Postar um comentário