domingo, 6 de dezembro de 2009

9090 - O número da besta

Pastor, meu nome é Elesbão Vieira Pinto, sou de Goiás - GO e tenho 27 anos, quando eu era mais novo (Tinha uns 17) não tinha muito que fazer por aqui, ainda não tinha meu PC Positivo, nem internet e nem Gato Net na minha casa. Dai a minha diversão era uma sedução capetídica: trotes por telefone.



Eu passava horas por dia passando trotes para tudo quanto é lugar, RS, RJ, ES, RN, AM... Fazia a festa. Todo o mês a mesma coisa, cheguei inclusive a ligar para os Estados Unidos e xingar o cara no telefone de viadinho e desligar logo em seguida, eu me divertia muito com este tipo de coisa, mal sabia eu que era uma brincadeira demoníaca como a que satanás faz com suas vítimas antes de arrastá-las para o inferno.



O tempo foi se passando, eu passando trotes, rindo muito da cada das pobres pessoas para quem eu discava, chega o final do mês e a Telemar manda a conta do telefone: 2445 reais e 44 centavos. Minha mãe com um ar de desespero vira para mim e pergunta:



“Moleque, é você que ta ligando para todos esses lugares todos?”



Eu, com um ar sínico, eu perguntei:



“Que lugares, mãe?”



Ela então me responde:



“Roraima, Espírito Santo, São Paulo, Rio de Janeiro, Acre, Colômbia, Amazonas, Programa do Ratinho, Disque Sexo, Estados Unidos, Ucrânia, Venezuela, Espanha, China, África do Sul, Etiópia, Holanda, Rússia, Mato Grosso do Sul, Itália, México, Peru, Austrália, Albânia e Ilhas Cayman”



Um minuto de silêncio na sala, minha mãe me encarando com uma cara de ódio que deixaria com medo até o Steven Seagal. Depois de um tempo eu comecei a chorar e acabei confessando tudo. Mamãe me bateu tanto que fiquei sem sentar por 2 semanas. Mas mesmo assim não parei com minha diversão, continuei com a satânica brincadeira.



Um dia eu conheci um número mágico, 9090, era uma tal de “Ligação a cobrar”, pouca gente atendia, mas algumas ainda sim atendiam o telefone. Fiquei maravilhado porque eu poderia continuar passando meus trotes sem o perigo de bater na conta do telefone, minha mãe não iria me espancar e eu poderia continuar com aquela brincadeira de católico, na época eu ainda não sabia que era pecado esse tipo de coisa, achei que minha mãe tinha me batido por causa da conta.



Passaram-se uns 3 meses, a conta vindo normal, minha mãe nem desconfiava que eu estava ligando denovo para todos aqueles lugares, passando trotes de satanás em pessoas inocentes, iludido pela magia das teclas e das pessoas sem reação no telefone. Daqueles pelo quais os sonhos eu destruí com o truque do “Você acaba de ganhar dez mil reais!”. Eu não parava, não era o suficiente para mim.



Liguei para diversos lugares do mundo, Bangladesh, Cazaquistão, Armênia, Turquia, Tunísia, Grécia, Trinidad e Tobago, Coréia do Sul, Argentina, Finlândia, Uzbequistão, Irã, Israel, Canadá, até mesmo para aqueles umbandistas zen-budistas do Japão. Passei trote para meio-mundo e cada vez eu queria mais, mais, mais...



Certo dia, peguei meu “livro de vítimas” (Páginas Amarelas), com um sentimento macabro, um olhar desesperador, como um maconheiro atrás de cocaína, folheei e escolhi a próxima vítima a receber minha ligação desagradável: Udinésio Castro Pinto da Rocha Miranda. Disquei os ditos números do telefone do sujeito e mandei uma piadinha clássica:



“Oi, tem alguém na linha?”



O homem com uma voz grossa e retumbante me respondeu:



“Sim.”



Então, ainda meio que com medo de terminar a piadinha, disse assim mesmo:



“Ah, então... Sai daí que o trem t-“



Antes de eu terminar, o homem desligou na minha cara, me senti humilhado, como se tivessem acabado de pisar centenas de vezes na minha cabeça. Desnorteado, deixei meu telefone Panasonic de lado e fui deitar. Umas duas horas depois eu recebi um telefonema, atendi ao telefone com as mãos trêmulas e meio que sem graça soltei um “Alô” meio fraco, parecia que eu tinha acabado de chorar muito, mas não tinha.



Era da Igreja Internacional, uma mulher com uma voz angelical me disse diversas palavras belas e sublimes, só podia mesmo ser um sinal! Então eu contei toda a minha história para a moça e ela me disse para não passar mais trotes ou Deus ia ficar triste comigo e o encosto da surdez ia me pegar, que se eu não me redimisse com Jesus, eu correria mais riscos. Logo depois ela me fez um orçamento e me deu o endereço da Igreja Internacional de Goiás.



Fui até lá, participei do Tapete do fogo Santo, do batismo na piscina sagrada pelas mãos do próprio Pastor Silas, 2 meses depois entrei no sorteio de casais e hoje sou casado, pai de 2 filhos que carregam meu nome e trabalho no telemarketing da Igreja Internacional, sou um verdadeiro vencedor em Cristo. Consegui largar as drogas do capiroto e hoje sou um vinzimista fiel da Igreja Internacional.



A Paz.

6 comentários:

Anônimo disse...

O que me irrita é que vocês falam que as coisas são erradas sendo que vocÊs e que as tornam erradas.9090 é um número normal que serve para ser usado quando não se tem dinheiro.Se você usou isso para fazer o mal A CULPA É SUA.Ninguém te obrigou a passar trote, você fez porque quis.ERntao nao fale mal desse numero pq infelizmente existem pessoas que acreditam em tudo o que este bolg diz.

PS:Fico feliz por vc ter escrito isso, e não o analfabeto do Pastor.Manow Gli, Hary Poter, Tuailight e Alan CODEK, afffe, aprenda a escrever antes de postar alguma coisa.

Anônimo disse...

Eu dei muita risada com esse post AUSHAUHSUAHSU whatever, vou continuar a passar trotes.
PS: 9090 não faz ligações internacionais.

Eduardo disse...

"...um olhar desesperador, como um maconheiro atrás de cocaína..."
EIUASHEIUASEIASHEIUSAHEISAUHEISAUHIU' PQP FORÇOU DEMAIS ESSA KKKKKKKKKKKKK

Anônimo disse...

o povo dessa "igreja" vê o demônio em tudo
meu Deus

Anônimo disse...

Puta que o paril eu nao acredito nisso que gastei meu tempo lendo...

Infelizmente existem algumas pessoas que passam trotes mas...

Olha o nome do topico, 9090 O numero da besta


Ow Elesbão Vieira Pinto Vai tomar no meio do seu cu.

Pessoal da IPI deixem de ser trouxas postando estes documentarios
idiotas.



( Fui até lá, participei do Tapete do fogo Santo, do batismo na piscina sagrada pelas mãos do próprio Pastor Silas )


Isso aqui é jogada, filho da puta querendo engrandecer esse pastorzinho de merda.

Isso nao é humildade, pois se ha unção de Deus segundo muitos creem isso pode acontecer com qualquer pastor. Não apenas pelas maos do proprio Pastor Silas.


A vontade que eu tenho é de banir estes blogs inuteis que eu vejo.

Mas infelizmente outros serão levantados...

Quem dera que o desastre do filme 2012 fosse real e acabasse com essa merda de gente.

Por mim GaaraM

grand chase na ceduc disse...

cara de boa 9090 e o que á ja passei trote pra dedetizaçao daqui de angra

Postar um comentário