segunda-feira, 28 de junho de 2010

A viúva botequeira


Morei durante toda a minha adolescência na Rua Magalhães Gandavo onde as famílias eram muito unidas e todos se conheciam desde pequeno.Faziam churrascos de chã aos domingos, aprontavam a rua com decorações em época de copa do mundo e , de praxe, sempre rolava um mutirão pra erguer a laje de alguém.

A pessoa mais famosa de nossa Rua era a Dona Odete, que morava na casa de número 66 e era tão famosa quanto o Tião Robocop, chefe da Melicia local e matador de maconheiro.No bar do Dejair pé-inchado , na esquina com a Santa Isabel , Dona Odete era figurinha carimbada. De meia-idade, viúva e cachaceira mestra em botecagem, bebia de terça a domingo, porque na segunda não tinha dinheiro pra gastar. De cerveja , só Antártica ou Original mas fumava qualquer coisa , de cigarro Marlboro vermelho a Charuto de macumba Bahianinho. Só não fumava maconha porque se o Tião visse , ela rodava. Vivia dos vencimentos do seu falecido esposo e costumava fazer bicos de lotada na Kombi do Zé Barnabé. Fazia o serviço de cobrar a passagem e de gritar os bairros dos pontos pela janela, perturbando os possiveis passageiros que esperavam outra condução.


Em um domingo , depois de voltar da missa das 8:00, passei no bar do Dejair pra tomar um Guaraná Baré de garrafa, comer um pacote de biscoito Fofy sabor caramelo e dar um relaxada lendo minha revistinha de "Japinhas Safadinhas", da editora Sampa. Sentado em uma cadeira de metal com logotipo da Brahma, me perdia(em todos os sentidos) nas estórias depravadas da revistinha japonesa, a ponto de não notar a Odete entrando , sóbria(uma raridade!), bar adentro.


Quando notei, a viúva botequeira já tinha terminado de tomar suas cinco doses matinais de Genebra(cachaça de Gengibre) - pra 'acordar' o fígado- comia um ovo tingido de rosa e já sacava um copo de vidro e uma garrafa de Antártica que, de tão gelada , tinha aquela capinha de 'sereno'.Ela começou a rumar na minha direção, com o copo na mão. Parou ao meu lado. Deu uma golada e sorriu:

- Ô , Moleque. Você tem quantos anos?
- 17- respondi seco sem tirar os olhos do quadrinho
- Hum. Vai ser você mesmo. Tá a fim de comer uma perseguida?
- O que?
-É , rapaz. Uma buc#t&n%@! Conhece não , p0##@! E ai , tá a fim? Eu te dô um trocado...

Lembrei que todo mundo comentava do Gustavo Bandeirão, que 'pegava' uma viúva rica da Barra da Tijuca e ganhava um bom dinheiro em troca:

- Quanto?
- 20 conto. Vai?

Olhei a mulher de cima a baixo. Cabelos grisalhos presos em maria-chiquinha ornamentavam uma cara com tantas rugas quanto um cachorro Shar-pei idoso. Ela sorria e revelava uma dentadura frouxa , presa com creme-dental Kolynos( na esperança,inútil, de fixa-la). Usava blusão social azul, parecendo trocador de ônibus, que, entreaberto, podia-se ver o Sutien bege. Ou que parecia ser bege... Estava de calças-Jeans, com a braguilha aberta , e toda mijada. A viúva era mestre em botacagem mas não dominava a própria bexiga. A marca da urina seguia a costura da calça, canela abaixo , até chegar nos chinelos havaianas surrados.

- Cadê? - perguntei

Ela sacou duas notas de 10. Tentei pegar mas , em um movimento rápido para pessoas daqueles habtos, a bêbada guardou antes na carteira. 'Faça por merecer' disse.

Nós seguimos de mãos dadas até sua casa; ia ela se escorando em mim. Era uma casa velha e caindo aos pedaços, com grama alta dominando o quintal inteiro e fezes de pombo para todos os lados. Preferi não me desconcentrar, senão eu desistia. Só pensava em terminar aquilo e pegar o dinheiro que eu ia usar para comprar mais revistinhas de safadezas de japonês.

No quarto , ela tirou a roupa e logo subiu um odor forte de urina com bacalhau estragado(se isso existe...). Eu virei a cara e tentei segurar o vômito. 'Pensa nos desenhos das japinhas safadinhas!' eu falava para mim mesmo. Pedi para apagar a luz , justificando com uma suposta timidez de minha parte mas a velha safada preferia com a luz acessa . Dizia que gostava de olhar . Lembrei de São Jorge, martir católico que enfrentou o Dragão na Lua, e juntei coragem para enfrentar 'aquela' dragoa que tinha o corpo esburacado como a lua ( de tanta celulite). Chafurdei com as mãos pelo 'matagal' de pentelhos da Odete.


- Não quero dedo. Eu quero rola e língua! Lingua primeiro! - reclamou , injuriada.

Gelei. O estômago reclamava , como se o Fofys com o Baré iniciassem uma revolução para depor-me da intenção de ingerir parte dos líquidos repugantes que o orgão sexual da mulher secretava. Respirei por 10 segundos. Penteei os pelos pubianos para os lados em um esforço da vontade tão grande quanto feito por Moisés para abrir o mar vermelho. E cai de boca. Prefiro nem lembrar o gosto acre e nauseante.


- Gostou , meu filho? Viu como está lisinha? Eu passei Babosa para amaciar...

Do alto de toda a minha concentração para abstrair as sensações contrárias que meus olhos , língua e narizes sentiam, eu me mantive completamente despreparado auditivamente. Aquelas palavras me acertaram como a flecha que atravessou o coração de São Sebastião. No estômago , minhas linhas defensivas contra a revolta dos Fofys com Baré foram complatamente sobrepujadas. Vomitei aquela massa de industrializados que saia pomposa, boca afora, exultando sua vitória contra meu sistema digestório. Da posição em que eu estava , a vagina velha parecia sorrir para mim. Calhorda!

A velha mulher começou a gargalhar histéricamente da minha cara e eu me retirei daquela casa o mais rápido que pude, deixando para trás todo o meu parco orgulho masculino. No dia seguinte , percebi que todos me olhavam estranho. Quando fui no bar do pé-inchado comprar um Wafer Mabel de morango, uma rodinha se amontoava e riam de mim. Vi a viúva safada no meio do grupo , contando o ocorrido do dia anterior. Virei chacota no bairro. Até na missa o Padre Nicolau me sacaneava , fingindo que estava vomitando no meio do culto. "Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, Raaauuurghhh!" fazia todo domingo, ao encerrar a missa, o sacerdote polonês naturalizado Brasileiro .

Parei de ir a Igreja católica e me converti ao neopentecostalismo. Eles me abraçaram e me tiraram da sarjeta, trazendo de volta o meu orgulho. Hoje eu me entristeço em ver jovens comprando mangás e Hentais nas bancas pois sei que os causadores de todos os meus males , foram as revistinhas que vieram daquelas terras distantes.


Glóreas ao Senhor de Israel.

15 comentários:

joão paulo disse...

Boteco é coisa de Satanás. Ainda bem que eu saí dessa vida de ficar em boteco bebendo, sem camisa, fazendo um pré-night e olhando as menininhas.

Eita , unção!

Anonymous disse...

shuahsuahsuahsuahsuahushaushauhsuahsuahsuah

c ta loko pastor!
Vin con istorinha pra cima da gente...

kual o prob con catolico? Jesus criou a ingreja catolica e a sua ingrejinha eh soh uma copia ...

c ta ligado q o lutero soh keria dimdim dos burgues?

Bjundas no toba!!!!!!!!

Germano Verdana disse...

A piscina sagrada limpou a língua do garoto! Glóreas!

José de Arimatéia disse...

Botego é arma de Sastanais para enveredar as pessoa no caminho do mal , da cachaçage, da bebericagem e da mendingagem maliciosa.

Va de Retro , cão dos infernos!

GodTeacher disse...

sastanais
cachaçage
dooeu =X

Pastor Aricleine disse...

Glória a Deus, irmão.

Anonymous disse...

Você acha que essa biblinha zipada de voces caiu do céu? Não foram os bispos da igreja católica que traduziram!!!

Julie' Bellamy' Turner.' disse...

Véia mijadaaaa... kkk'

Vai trabalhar, se quer comprar hentai, tem que fazer por merecer, haushuashua'

Anônimo disse...

UAHEAUHUAHEUAHEUAHEUAHEAUHUAHEUAHEUAHEUAHEAUHUAHEUAHEUAHEUAHEAUHUAHEUAHEUAHEUAHEAUHUAHEUAHEUAHEUAHEAUHUAHEUAHEUAHEUAHEAUHUAHEUAHEUAHEUAHEAUHUAHEUAHEUAHEUAHEAUHUAHEUAHEUAHEUAHEAUHUAHEUAHEUAHEUAHEAUHUAHEUAHEUAHEUAHEAUHUAHEUAHEUAHEUAHEAUHUAHEUAHEUAHEUAHEAUHUAHEUAHEUAHE
NUNCA RI TANTO NA MINHA VIDA, JURO QUE LI A VELHA "BOQUETEIRA" SE É QUE VC SABE O QUE É ISSO PASTOR. COMEU A DRAGOA OTARIA, AGORA SOFRE AS CONSEQUENCIAS. UAHEAUEHAUE

SantoSacro disse...

O problema irmões não é o boteco, existe muito boteco evangélico e dizimista, a causa de todo mal e de arrastar o bom garoto pro mal caminho é dessas putarias japonesas.

Devemos pedir para a bancada evangelica na camara para proibir a importação desses produtos malignos. Nada que vem do maldito japão presta.

BLOQUEIO DO MAL JÁ, proibição total dessas revistinhas, musicas e desenhos japoneses.

Anônimo disse...

Cacete!!!
Que babaquice sem tamanho!!!
Graças a Deus!

Viva o Ateísmo! Deus não existe!!!

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkkkk ri muito velho kkkk que ridículo eu tenho orgulho de ser católica e não acreditar nessas pega besta aiai vcs deviam escrever mais muita mentira hilaria essas suas historinhas sao ridiculas como vcs que acreditam e dao o dinheiro de vcs pra essa igreja ,ei pastor se deu mal viu com a draga ai kkk pelo menos ela passou babosa kkkkkkk

Anônimo disse...

E essa viuva chupa bem? to precisando de uma mulher pra chupar minha pica alguém sabe onde acho essa viuva???

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk+
Já Repararam Como Esse Povo Da IPI Escreve Extremamente Errado ? Analfabetos Aff'

Anônimo disse...

onlaine? dps dessa eu parei de ler, e outra coisa, Jesus fundou a igreja católica, e essa é só uma cópia mal feita fundada por lutero, que só queria dinheiro$$$$$$$$$$

Postar um comentário