terça-feira, 5 de abril de 2011

Sei das tretas do Corinthians de 2005



Meu nome é Agostino Monteiro, tenho 52 anos e sou temente a Deus. Trabalhei como roupeiro do Sport Club Corintians Paulista por mais de 20 anos. Venho a público agora incentivado por minha família, principalmente meus irmãos Juliano e Setembrino, para contar as coisas erradas que vi por lá. Busco a paz interior.

Nunca fui bem tratado por lá, pois sempre fui evangélico. Os jogadores são quase sempre católicos e se deslumbram facilmente com dinheiro. Eles chegavam com seus carrões (Ramer, Audi, Gol geração II) e alguns nem cumprimentavam. Alguns pastores da Igreja do Primeiro Impacto venceram financeiramente e continuaram humildes, o que mostra como são gente de caráter. 

Pois bem... em 2005 o Corinthians se envolveu com a máfia russa para conseguir patrocínio, assim trouxe jogadores como Tevez e Nilmar. O esquema envolvia royalties volantes em títulos imobiliários descontados do imposto de renda sem a taxa de caução. Era um investimento de alto risco, pois tudo era descontado do fundo de emergência para prevaricações sem multa fixada no encargo mensal e juros de acordo com a taxa selic, que estava alta na época. Para cobrir essas despesas, o clube precisava vencer o brasileirão. Quando comecei a desconfiar das falcatruas, fiz um buraco na parede para ouvir as conversas do presidente Alberto Dualibe. Ele arranjava com o presidente da CBF, Ricardo Teicheira, os sorteios de arbitragens. “Seu Ricardo, dá um jeito de escalar fulano, ele é do esquema.” Assim foi durante todo o campeonato. Falei para um amigo meu no clube, o faxineiro Róbisson, sobre isso tudo e dei a sugestão de procurarmos as autoridades. 3 dias depois, ele pediu demissão e comprou uma casa no Guarujá. Meu amigo não sabia das palavras de Jesus: "Cuidado! Fiquem de sobreaviso contra toda sorte de ganância, pois a vida de um homem não consiste na quantidade dos seus bens."   (Lucas12:15). Fiquei sozinho no meio dessa bandidagem.



Era triste ver aquele clima no vestiário. Os jogadores gostavam da ajuda da arbitragem, davam gargalhadas. “Pô, seu Dualibe, aquele pênalti pra nós foi muito mandrake! Assim ta muito na cara! Kkkkkkk”. Sou um homem direito, não gosto de fubangagem. Por isso, me sentia mal quando via travestis entrando nos quartos dos jogadores (a entrada de mulheres era proibida, por isso eles davam esse "jeitinho"). Era nojento tudo isso, não sei como aguentei.

Naquele jogo contra o Internacional, teve um pênalti escandaloso em cima do jogador colorado chamado Tinga que o juiz não marcou, e ainda expulsou o jogador colorado. Eu achei uma sacanagem sem tamanho. Depois do jogo, o vestiário estava em silêncio e alguns jogadores choravam, arrependidos. O goleiro que fez o pênalti (Fábio Costa) era o mais abalado, dizia “o que vou dizer pro meu filho? Que papai é malandro? Como sou um mal exemplo!” Ele meneava a cabeça em desaprovação.

Por conta disso tudo, pedi demissão logo após a conquista do título. Já fui ameaçado de morte por elementos do clube, por isso nunca falei antes. No entanto, agora tenho Jesus no coração, e já não temo a morte, pois já não vivo, mas Cristo vive em mim. Glória a Deus. E pra glória de Deus, esse time maligno foi rebaixado pra 2a divisão no ano seguinte.

Hoje sou um respeitado trabalhador na mina de asbesto do Pastor Aricleine Natal aqui em Macapá. Nos intervalos do serviço prego a palavra a meus colegas, mas ultimamente tenho tido muita tosse e dificuldade para respirar. Deve ser algum encosto, vou aumentar a oferta ao Senhor, "porque Deus ama ao que dá com alegria."   (II Corintios 9:7).

A paz do Senhor

17 comentários:

Anônimo disse...

Como o Pastor Aricleine Natal pode ter uma mina? Aposto que o vinzimo e as ofertas tem algo a dizer.....

Obreiro Gélson disse...

Uma revelação dessas e você se preocupa com uma mina!!!!?????

Você é do esquema né?

Cantor Edmylsir disse...

Esse time só ganha na base do dinheiro e da macumbaria! No dia que enfrentar o Reteté Futebol Clube perde de lavada!

Pastor Paulo Tarso de Oliveira disse...

Muito lindo este relato.

Vai-te , irmão, supera estas adversidades com a cabeça erguida e Nosso Senhor no Coração!

Morenos disse...

"Como o Pastor Aricleine Natal pode ter uma mina? Aposto que o vinzimo e as ofertas tem algo a dizer....."

E a mina de fé....

vesgo disse...

glorias todos os times possuem pacto com capiroto

mirrorman disse...

esse golb é otium odaçargne

Patrick Marks disse...

Taligado que vcs podem ser prosesados neh??
ficam falando mentira!
nao se preocupe eu mesmo vo passa esse texto e mandar o link para o Sport club Corinthians Paulista!
vamos ver o que acontese!
^^

Anônimo disse...

no máximo nada

bruninho green disse...

"Hoje sou um respeitado trabalhador na mina de asbesto do Pastor Aricleine Natal aqui em Macapá. Nos intervalos do serviço prego a palavra a meus colegas, mas ultimamente tenho tido muita tosse e dificuldade para respirar. Deve ser algum encosto, vou aumentar a oferta ao Senhor, "porque Deus ama ao que dá com alegria." (II Corintios 9:7). " - Brother, primeiramente...PROCURE UM MÉDICO ANTES DE PENSAR EM AUMENTAR SUAS OFERTAS, vc trabalha em uma mina de abesto, que libera microparticulas inaláveis, uma simples pesquisa ao google pode te esclarecer isso.Que mania de ficar associando males à encostos.Quanto ao fato de os jogadores serem católicos e ligados à grana...que me diz de SEUS PASTORES? como conseguem ser tão alienados ao ponto de ter um livro como guia moral de suas vidas? mas, não adianta discutir isso com fanáticos né

Anônimo disse...

Não porecisa se preocupar não,bruninho green, essa mina (e essas pessoas) não existem:

"O relatório sugere a desativação da única mina de amianto ainda em operação no Brasil, localizada em Minaçu (GO).O projeto está a ser votado." fonte: Wikipédia

PS: O post será editado em 3...2...1

Anônimo disse...

padre, para de mentir cara!

Anônimo disse...

deixa de ser viado padra!

heitor disse...

Ronaldo brilha muito no corinthia

Fabio disse...

Fake palmeirense FATO

amigo todos já sabem que 2005 o Corinthians não era pra ter sido campeão mas não se pode voltar no tempo, a taça ta lá e a CBF e não vai tirar esse titulo do Corinthians mesmo que vc reze pro seu Senhor 24 horas por dia.

Anônimo disse...

Ainda bem que ainda não falaram da maionese Hellmans, sacaram? hell/mans = homens do inferno.

JnpWoW disse...

Amém! Pague ao senhor, que serás recompensado!

Postar um comentário